Moda

Verão 2015

Oi gente!

Já faz um tempo que o blog anda parado, que o site não vem sendo atualizado. Eu fico feliz que tenha gente cobrando isso! A verdade é que a produção de dezembro me engoliu como uma onda e, quando percebi, já estava envolvida demais – foi difícil parar. Mas março chegou e eu finalmente estou aqui para retomar o mundo virtual e mostrar as fotos oficiais da coleção.

Carão e poses ousadas não têm muito a ver comigo e nem com a ideia da marca, que preza pela simplicidade. A ideia era transmitir essa essência de mulheres normais que fazem coisas reais, gente como a gente. Pra isso eu pude contar com a ajuda das incríveis Carol SilvaLisi HoffmannMari Garrastazu – a escolha não poderia ter sido melhor, cada uma delas representa a marca com maestria: são lindas, leves, descomplicadas e bem resolvidas.

E para não ter um quê de editorial, as fotos foram feitas por um fotojornalista, o talentosíssimo Pedro Blanco, que – além de trabalhar 24 horas corridas – fez tudo ser bem mais divertido. Fomos às ruas e aguentamos calor escaldante, sol e até uma chuvinha no final.

Foi um trabalho que eu gostei muito de fazer e o resultado é o que vocês vão ver nos próximos dias, dividido em uma série de posts. Como sempre a coleção é pequena, as peças são exclusivas e atemporais, com muitos detalhes manuais e acabamentos de alta costura.

Agora sim. Estão prontas?

LL.

Leia mais →

O normal é a tendência da vez

A minha ideia sempre foi evitar tendências e focar no clássico repaginado, criar moda básica, confortável e despretensiosa. Quem conhece o meu trabalho ou leu o Sobre do site vai entender melhor do que eu tô falando. Mas é incrível como o senso comum nos guia e tendemos a caminhar para o mesmo lado.

Falo isso porque, folheando a Vogue de Outubro, me deparei com uma matéria sobre a palavra chave da temporada: o Normcore. No artigo, que exalta o conforto e o cool, a editora de moda Barbara Migliori explica que a falta de naturalidade ao vestir por vezes gera mais desconforto espiritual do que físico.

A autora descreve a tendência da vez como “um estado de espírito, um desejo de ser naturalmente elegante que se faz notar de dentro para fora, (…) básicos voltam a ser desejáveis; texturas aconchegantes, que acariciam a pele (…)”. Impecáveis as palavras da Barbara, recomendo a leitura (trechos da matéria aqui, na revista tem a íntegra e vale a pena).

O senso comum da vez é o bom senso. E eu não quero abrir mão dessa tendência nem mesmo quando ela passar a ser last season.

LL.

 

Leia mais →

Os neutros sempre vão juntos.

Os neutros vão com tudo, inclusive com eles mesmos. Preto, branco, marrom, cinza, nude, caramelo, marinho e cia em diferentes tons dominam os nossos armários. Eles são garantia de coesão e formam as bases para o uso das cores.

Mas também podem causar um efeito interessante ao serem usados juntos: produções compostas inteiramente por neutros atingem um visual rico e inesperado, especialmente se conseguirmos mixar diferentes tons e texturas, obtendo um efeito minimalista e sofisticado.

Apesar do preconceito, preto vai bem com marrom, marrom casa bem com cinza e marinho fica ótimo com preto. Regras são feitas para serem quebradas e esse é um excelente exemplo. E fica bem mais fácil quando a combinação já vem em uma peça só, por exemplo em um vestido ou em uma bolsa. Como toda ousadia na moda, é só uma questão de acostumar os olhos. Vamos começar?

Uma vez que você achar uma combinação de neutros do seu gosto, vai ser fácil cair na rotina de usá-la. Eu abuso da versatilidade dos neutros e, inclusive, desenvolvi uma teoria própria de que algumas estampas e padronagens são neutras (animal print, listras, poás e xadrez) e vão com tudo. Na maioria das vezes funciona! Olhem esses looks, tem como não amar?

 

Quem se arrisca a tentar? Posso assinalar lição de casa pra vocês?

Beijos,

LL.

Leia mais →